Blog da FEAC

José Lario Zimmer

AOS CEDRENSES DE TODAS AS LATITUDES E LONGITUDES

AOS CEDRENSES DE TODAS AS LATITUDES E LONGITUDES
18 de Março de 2018

Legenda (Foto: 2º semestre de 1951 - Acervo da Família Oliveira):
1 – Rodovia que ligava Vila Oeste a Dionísio Cerqueira – atual Avenida Salgado Filho;
2 – Casa de José João Grando;
3 – Parada de ônibus e Comércio de Eugênio Schneiders e Beno Nós;
4 – Hotel (Polaco e Eberhardt);
5 – Comércio de Bruno Schuster;
6 – Bar e Bolão do Schuster;
7 – Oficina de Norberto e Alceno Niederauer;
8 – Salão de Baile (Família Kuhn);
9 – Atual Praça do Ginásio Lauter Weber; e
10 - Fiscal de estrada (Senhor Martingnago).


AOS CEDRENSES DE TODAS AS LATITUDES E LONGITUDES.

19 de março de 1950 – 19 de março de 2018.

Sessenta e oito (68) anos atrás no meio do sertão extremo-oestino catarinense iniciava a construção de um projeto de colonização.

Um grupo de pioneiros liderados por Alcides Volkweis e José Germano Link chegava ao então local, já com registro de batismo com o nome de CEDRO. Aqui, chegaram, conforme depoimentos verbais por mim colhidos, no dia anterior, dia 18 de março.

À margem do Riacho que com o nome de Cedro batizado pelo agrimensor que mediu o perímetro urbano senhor Theobaldo Dreyer, de saudosa memória, em função de ter encontrado três árvores exuberantes da espécie Cedro, madeira que sempre foi muito valorizada pelos artesãos e fabricantes de móveis.

Um pequeno rancho fora edificado para acolher os migrantes. Nesse local, o grupo se reuniu e sob a liderança de José Germano Link na manhã do dia 19 de março realizaram um pequeno culto em homenagem a São José, que era então reverenciado pela cultura católica praticada na região das Missões, Santa Rosa de onde eram procedentes os migrantes.

Já se encontrava no local o sr. José João Grando, cuja família ainda residia em Guaraciaba.

Assim, sob a égide da fé religiosa iniciou a vida da comunidade no dia de São José, cuja personalidade foi mais tarde nomeada como Padroeiro da Paróquia pelo Padre Balduíno Schneider, primeiro vigário com residência fixa na comunidade.

Dois anos depois, 1.953 chegaram nossos familiares estabelecendo-se em Cedro e meus pais Jacob Fredolino e Lydia Maria em Guarujá do Sul, cuja comunidade fora recém fundada.

Assim, folheando o livro das recordações arquivado no meu campo mental e fazendo uma avaliação do ânimo que imperava em todos os migrantes, em sua quase totalidade oriundos do Rio Grande do Sul, onde já participavam de comunidades organizadas me pergunto: Qual a razão que os levou a migrar para uma terra que tinha apenas Céu e Mato? E a resposta que encontrei foi buscar novas oportunidades para seus familiares, porque aqui era oferecida a venda de terras para cultivo a preços e formas de pagamento totalmente acessíveis, mesmo para aqueles que tinham poucos recursos, como incentivo para incentivar a colonização.

Todos tinham uma formação religiosa alicerçada numa fé profunda para encarar uma realidade totalmente desprovida de qualquer recurso. Para comprovar essa fé compartilho um pequeno depoimento que me foi feito há muitos anos atrás pelo amigo JOSÉ SOLDÁ, de saudosa memória, contou-me o seguinte:

“Quando decidiu vir morar aqui no meio do mato, atual Linha Santo Antônio, despediu-se do vigário de sua paróquia e levou uma pequena estátua de Santo Antônio que o padre benzeu e recomendou: Onde for morar faça uma pequena gruta e peça a proteção de Santo Antônio que o protegerá nas dificuldades. Ele então aproveitou o toco de um pinheiro escavou uma grutinha e lá colocou o santo protetor. “

Quem sabe cabe perguntar: ONDE ESTARIA ESTA ESTÁTUA ATUALMENTE?

E segundo ele, essa proteção foi de uma validade profunda, porque nada de extraordinário aconteceu, inclusive criou uma família saudável, séria e responsável. Isso prova a afirmação de Jesus quando disse:

“A FÉ REMOVE MONTANHAS. ”

Assim sugiro a todos que lerem esta mensagem concentrem-se neste dia na imagem de todos os pioneiros, não apenas da cidade, mas de todas as comunidades, lembrando, pais, avós, parentes que já atravessaram o Rio da Vida e encontram-se na outra dimensão, muitos dos quais ainda sentimentalmente ligados a todos nós e oferecendo uma PRECE DE GRATIDÃO pelo que realizaram.

A sua contribuição foi a causa primeira para que “CEDRO SE TORNASSE UMA COMUNIDADE QUE DEU CERTO”

Um fraternal abraço a todos.

J. Lario Zimmer.

Download PDF

Comente:
VEJA TAMBÉM
​PARA LER, AVALIAR E PENSAR. DEPOIMENTO POR PSICOGRAFIA DE UM JOVEM QUE DESENCARNOU POR OVERDOSE.

José Lario Zimmer

​PARA LER, AVALIAR E PENSAR. DEPOIMENTO POR PSICOGRAFIA DE UM JOVEM QUE DESENCARNOU POR OVERDOSE.

PARA LER, AVALIAR E PENSAR. DEPOIMENTO POR PSICOGRAFIA DE UM JOVEM QUE DESENCARNOU POR OVERDOSE. Caros internautas! Queremos, através do depoimento que transcrevemos, enfatizar alguns aspectos: Nossa Casa da FEAC tem como seu grande projeto ajudar os DESENCARNADOS, perdidos no Além. Para isso geramos para os SOCORRISTAS da outra dimensão energia em datas especiais em cada mês, que são: 2ª. Quarta, 4ª. Quinta e Quarto Domingo. A mensagem retrata o efeito desse auxílio, que nós ainda não temos condições de aferir em toda a sua profundidade. Esse trabalho é possível porque temos uma Parceria com uma grande Equipe Espiritual e conectados à Colônia Irmão Lacerda que tem como objetivo esses resgates. Além disso, em nossos atendimentos através das pessoas que vem à Casa são atendidos bolsões ligados ao passado dessas pessoas. (Vidas passadas). O trabalho do CORREIO DO ALÉM propicia recebermos depoimentos do êxito dessas doações, porém, trazem em seu conteúdo outra informação: A REALIDADE DA CONTINUAÇÃO DA VIDA. Quais as reais perspectivas que cada um encontra ao atravessar o Rio da Vida. Informa também o quanto, no caso dos viciados em todas as drogas, sofrem o assédio de outros que ainda se encontram nessas condições, agora escravos, subjugados e cumprindo ordens de Equipes Umbralinas que se saciam com a desgraça alheia. Segue a mensagem: FEAC – CORREIO DO ALÉM – 19.04.2018. Mensagem de um JOVEM que desencarnou por OVERDOSE. Boa noite amigos! Que todas as bênçãos do Mestre Jesus recaiam sobre todos os trabalhadores desta humilde Casa de amor e serviço Crístico. Antes de qualquer palavra gostaria de agradecer do fundo do coração o auxílio que recebi desta Casa iluminada. Hoje, depois de longos estudos, entendi tudo e quero deixar meu depoimento para auxiliar a todos que ainda vivem equivocados. Eu era e sou jovem no auge dos meus vinte anos, muito afoito e com ânsia de viver. Que engano, antes esse anseio fosse pelo estudo, pelo autoconhecimento, pela conexão superior. Mas, em meio ao ambiente material, ao materialismo de minha família que cultuava o TER em detrimento do SER, segui este rumo. Fui mergulhando de alma nesse meio numa busca frenética de prazeres e gozos. Sentia-me superior, poderoso e sábio, que enganado me achava! Essa conexão material tinha caráter de vibração inferior e me trouxe sintomas trevosas, que me arrojaram na escuridão. Busquei prazer nas drogas, no álcool e nas grandes noitadas que a mim simbolizavam o bem viver. Segui assim algum tempo. Há! Se pudesse fazer tudo de novo faria tudo diferente. A noite fatal ocorreu. Eu havia chegado na festa eletrônica bem cedo da tarde para aproveitar o máximo. Já na entrada acompanhado de vários Seres trevosos, ingeri comprimidos de extasy, que me tornou muito seguro e desinibido; assim fui seguindo a noitada entre uma pessoa e outra, uma droga e outra, aí caí duro, reto no chão. Levantei-me rápido, pois não queria ser ridicularizado, mas pasmem, levantei-me e continuei deitado, como poderia ser? As pessoas em minha volta desesperadas, começando a fazer massagens cardíacas e ressuscitação. Eu a dizer: Ei, estou aqui, bem aqui! Chegaram os socorristas, bombeiros e levaram-me ao ambulatório do local. Continuaram as massagens e usaram o desfibrilador, até que disseram: “Perdemos ele, foi overdose”, mas é apenas uma criança, mal tem 20 anos. Eu gritei, esperneei e disse aos brados que estava vivo, que apenas me desacoplei, mas nada ninguém me ouvia ou me percebia. Em completo desespero fui acometido de delírios e aprisionado por Seres muitos escuros, sujos e maus. Fui sugado, usado, maltratado e humilhado. Chorei de desespero muitas vezes mais, porém, não conseguia raciocinar. Sob este jugo cometi muitas maldades, sem pensar, sem pesar meus atos. Um dia, porém, ao subjugar uma jovem, tentando induzi-la ao vício, esta pessoa entrou em oração, dela emanava uma luz linda e quente, que senti vibrar em meu coração. Passei a segui-la, apenas para sentir o bem-estar. Até que um dia ela veio a esta CASA de amor, onde fui acolhido, protegido, amparado e no verdadeiro sentido amado. Continuo em tratamento, porém, já frequento os estudos e compreendi muitas coisas, então do fundo meu coração digo: Estudem e conheçam a si mesmos para conseguir ser plenos e vitoriosos na encarnação. Em nome de Jesus desejo tudo o que me ofertaram em dobro. Aos amigos um JOVEM EX-USUÁRIO. Enquanto enviamos nosso fraternal abraço desejamos a todos uma FELIZ EVOLUÇÃO. J.Lario.

​A CONTINUAÇÃO DA VIDA (2).

José Lario Zimmer

​A CONTINUAÇÃO DA VIDA (2).

A CONTINUAÇÃO DA VIDA (2). Continuamos hoje com a nossa reflexão acerca da CONTINUAÇÃO DA VIDA. “A existência é transitória, mas a vida é Eterna.” Dentre as grandes buscas da humanidade ao longo dos tempos está o tema do AUTO-CONHECIMENTO. Desde os tempos mais remotos, uma minoria da humanidade busca um sentido para sua existência e nesta busca se envolve com questões míticas, religiosas, científicas ou filosóficas de difícil solução. Quando observamos, analisamos e refletimos sobre o comportamento humano de nossa realidade local, regional ou até mais abrangente constamos que há uma lacuna nessa busca. O DESPERTAR DOS VALORES. Qual o significado o entendimento que podemos formar a partir da colocação que colocamos acima: “A existência é transitória, mas a vida é Eterna”? Vamos explicar: O Mundo Espiritual, nossos Mentores informam que a Terra é um Planeta cujas condições para toda a realidade da vida consiste na transitoriedade, ou seja, tudo o que vive na Terra está sujeito à contagem linear do tempo: Ontem, hoje, amanhã. Isso significa que toda a vida na terra tem começo, meio e fim. Nasce, vive e morre, desde um pé de milho, passando pela vida animal e a vida humana. Logo, nossa passagem pela terra pertence ao tempo, temos um ciclo de duração que chamamos de existência. Por outro lado o nosso Verdadeiro Eu, Centelha Divina, Alma ou Espírito continua a sua trajetória através do tempo em outra dimensão e nessas outras dimensões que são infinitas, onde continuamos a nossa jornada evolutiva constituem a VIDA que é a soma das existências. A INVERSÃO DA COMPREENSÃO DA REALIDADE E DOS VALORES. Constatamos que o comportamento humano de um grande percentual das pessoas, pensam, vivem e agem como se a EXISTÊNCIA fosse ETERNA. Fazem de conta de que a existência aqui na terra duraria sempre. Não se preocupam com a busca de conhecimentos acerca dos valores reais que compõe o verdadeiro capital e que o Mestre de Nazaré definiu como valores que as traças não destroem, nem os salteadores roubam. Afirmam que acreditam em Deus e que cabe aos dirigentes das religiões administrarem o seu futuro e darem um jeito para garantir-lhes a felicidade eterna quando chegarem na outra dimensão, ou propiciar-lhes a verdadeira salvação. Qual a orientação do Mundo Espiritual? Que ninguém salva ninguém. Cada um é uma individualidade e que no uso do livre arbítrio constrói o seu futuro. Que a passagem para a outra dimensão não altera a capacidade intelectual, nem os seus valores, seus gostos, defeitos e virtudes. Cada um chega na outra dimensão da mesma forma como daqui partiu. Que ninguém precisa abandonar suas atividades profissionais, desde que sejam lícitas, éticas e morais, apenas DEDICAR UM POUCO DE SEU TEMPO para estudar, entender a agir dentro dos princípios do ensinamento do Mestre. Assim, caros internautas! Concluímos por hoje o conteúdo de nossas reflexões sugerindo a seguinte colocação: Ao chegar na outra dimensão qual a sua bagagem que pode apresentar diante do Tribunal de sua consciência? O que você sabe sobre a continuação da vida? Com votos de feliz evolução deixamos o nosso abraço fraterno e continuaremos na próxima reflexão.

A CONTINUAÇÃO DA VIDA (1)

José Lario Zimmer

A CONTINUAÇÃO DA VIDA (1)

A CONTINUAÇÃO DA VIDA (1) “Aquele que não compartilha os seus conhecimentos assemelha-se a uma nuvem carregada de água que passa no período de seca e não derrama.” (Emmanuel). Você gostaria de receber informações sobre o OUTRO LADO DA VIDA? Este tema é um dos mais buscados pela humanidade ao longo dos séculos. Todos aqueles que se inserem no número dos espiritualistas admitem que a vida continua. Porém, a grande dúvida consiste no fato de ignorarem como a vida continua. Que espécie de mundo o ESPÍRITO/ALMA encontra na outra dimensão? Como será a realidade fática no outro lado do Rio da Vida? As diversas religiões filiadas ao Cristianismo apresentam as suas versões que perduraram ao longo dos séculos, inclusive instituindo dogmas, especialmente nas informações passadas pelos cultores do catolicismo filiados a eternidade das penas e gozos informando a existência de um CÉU, INFERNO e mais tarde criando um ponto intermediário o PURGATÓRIO. Ao longo dos últimos trinta anos de estudo, pesquisa com SERES HUMANOS DESENCARNADOS, alguns nossos conhecidos, além de atendimentos espirituais tivemos centenas de informações acerca do MUNDO que cada um encontrará quando daqui partir. A ORGANIZAÇÃO DO OUTRO LADO DA VIDA VINCULADO AO PLANETA TERRA. As informações que estaremos repassando em vários artigos foram obtidas no conteúdo constante de centenas de livros psicografados pelos mais diversos médiuns e Seres Desencarnados contando sobre o mundo que encontraram. Mas, além disso, as pesquisas realizadas através de uma equipe mediúnica na Casa da Feac que possibilitaram conversar ao vivo com amigos desencarnados, além de centenas de mensagens recebidas em nosso Correio do Além, nos asseguram a formação de um campo de informações que nos aproximam da realidade fática da vida na outra dimensão. Assim, temos uma ideia razoável dessa realidade, porém, não é absoluta, assim como se alguém explica o gosto de uma laranja, mas você sente este gosto certo quando comer uma laranja. Qual é a importância deste conhecimento? O registro da realidade em nosso campo mental, o que facilitará de maneira extraordinária a aceitação da NOVA REALIDADE QUE CADA UM ENCONTRARÁ. COMO FUNCIONA A ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE HUMANA NA OUTRA DIMENSÃO. Tudo no Universo, do qual faz parte o Planeta Terra obedece à Lei da Evolução, ou seja, a Lei do Progresso. Que por sua vez não é estático, mas dinâmico. Encarnados na Terra vivemos sobre a sua crosta, utilizando corpos ainda densos que servem para a manifestação do Espírito enquanto estivermos encarnados. A Terra possui um vasto campo psíquico que a envolve em camadas, quanto mais distantes, mais sutis em sua vibração e tanto mais densas quanto mais próximas da crosta. Podemos exemplificar de forma bem simples comparando esses níveis a uma cebola com as suas diversas camadas. Nestas diversas camadas, ou níveis, foram e continuam sendo criadas COLÔNIAS com organização semelhante às nossas cidades, formando verdadeiras cidades-estado, cuja organização e tecnologia obedece a níveis de conhecimento, as quais por sua vez também evoluem, progridem em conhecimento. E seus habitantes, à medida que vão se sutilizando em face do progresso espiritual que vão alcançando migram para níveis mais altos, tornando-se Espíritos mais puros, menos densos. Para quem conhece a obra de André Luís, pode imaginar a sua organização porquanto ele relata, conta a vida que encontrou na COLÔNIA NOSSO LAR, assim como Cairbar Schutel, Espírito de escol narra a fundação da COLÔNIA ALVORADA DE LUZ. Este espaço é denominado de MUNDO ASTRAL.QUAL é O NÚMERO DA POPULAÇÃO DO MUNDO ASTRAL?COLÔNIA IRMÃO LACERDA. Contam os Espíritos Superiores que chega a ser seis (06) vezes o número de habitantes no globo terrestre. Isso nos leva a imaginar que este número chega a 42 bilhões de Seres desencarnados, pois segundo as estatísticas somos hoje em torno de 7(sete) bilhões de Seres encarnados. A Colônia Irmão Lacerda foi fundada no ano de 2005, de cuja fundação nossa Casa da Feac teve participação em face de seus objetivos. Irmão Lacerda que em vida era o Dr. José Lacerda de Azevedo, médico de Porto Alegre- Rio Grande do Sul, formou-se em medicina no ano de 1.950 pela UFRGS de Porto Alegre. Não adentraremos em outros dados biográficos, porém, registramos com muita admiração o seu mérito ao codificar uma NOVA TÉCNICA ESPÍRITA denominada de APOMETRIA que ele escreveu em duas obras: MATÉRIA e ESPÍRITO NOVOS RUMOS DA MEDICINA e ENERGIA E ESPÍRITO. A Colônia Irmão Lacerda foi criada com o objetivo de dedicar-se ao resgate e cura de Seres Humanos desencarnados ainda sofrendo das mais diversas patologias, físicas ou psíquicas. Deste projeto a nossa CASA DA FEAC participa já tendo ao longo desses mais de dez anos contribuído para o resgate de milhares de Irmãos perdidos no além ou ainda com os registros das patologias (doenças) que os levaram ao desencarne, sempre utilizando e aperfeiçoando os nossos conhecimentos auxiliando também muitos Encarnados, através dos quais são encaminhados múltiplos bolsões de Seres ainda na região de sofrimento. No próximo artigo estaremos reproduzindo informações de Irmãos nossos contando acerca do mundo que encontraram. Esperando que as informações tenham contribuído de alguma forma na visão sobre a continuação da vida desejamos a todos uma ótima reflexão. J.Lario.

MENSAGEM DA IRMÃ CAROLINA

José Lario Zimmer

MENSAGEM DA IRMÃ CAROLINA

MENSAGEM DA IRMÃ CAROLINA recebida no dia 29 de março de 2018. Olá Irmãos amados! Venho nesta noite trazer uma pequena reflexão a todos. Espero do fundo do meu coração poder auxiliar com muito carinho. Bem! O Sol brilha todos os dias. Ele nasce todas as manhãs e se esconde todas as noites hoje e sempre. Sim caros irmãos! Coloco para vós um simples fato e espero que possam entender a comparação singela. Pois bem! Se nossa ESPERANÇA for como o sol, é fato que tudo vai dar certo, mas para ocorrer tal questão é necessário que ela brilhe como o sol em um lindo dia ensolarado, iluminando a tudo e a todos. Desta forma vamos dar a energia necessária que todas as questões venham a nos favorecer. Sim meus caros, essa energia provinda de nossa esperança vai direcionar tudo para o melhor, forçando a paz, a alegria e a contemplação de algo muito bom que traga positividade. Mas notem que para tudo se desencadear de forma positiva é preciso que nossa esperança brilhe como o sol, que tenha sua força e vigor, que ilumine tudo ao seu redor. Agora, se a esperança for como um dia nublado, não esperem muito propriamente de si mesmos, pois não haverá luz para iluminar, fortalecer o “EU”. Agora se a esperança for como uma noite totalmente escura, creio que seja melhor nada esperar, apenas o vazio, o frio e a solidão de uma escuridão. O que quero deixar bem claro aos amigos é que um homem sem esperança nunca, jamais vai poder contemplar a alegria ou a satisfação de uma conquista, seja ela de qualquer modo. Sem esperança nada se alcança. Que isso seja sempre lembrado. Espero de coração que cada um seja seu sol e renove suas conquistas hoje e sempre com muita esperança. Um forte abraço a todos e que a luz brilhe hoje e sempre! Irmã Carolina da Colônia Nova Esperança. ELUCIDAÇÕES! Caros internautas! Quem é a Irmã Carolina? A Irmã Carolina pertence à Colônia Nova Esperança. Para que os internautas entendam o mundo Astral, para onde nós vamos após a morte física é organizado em Colônias. São centenas de colônias, a exemplo da Colônia NOSSO LAR que é narrada por André Luís. A Colônia Nova Esperança faz parte de mais de quatro centenas de Colônias interligadas com a nossa Colônia Irmão Lacerda. A Colônia Nova esperança possui já uma tecnologia altamente desenvolvida, através da qual eles captam as nossas doações em forma de oração e essa energia eles transformam em medicamentos para o trabalho de cura das mais variadas patologias. A Irmã Carolina está estagiando também na Colônia Irmão Lacerda e levando para essa Colônia os ensinamentos para o aprendizado tecnológico. Quanto à mensagem ela deixa muito claro a importância da ESPERANÇA para a nossa vida. Se tivermos esperança estaremos irradiando uma energia positiva cuja força magnética será decisiva para alcançar nossos objetivos, que alguns interpretam como fé. Porém, o oposto, o sentimento negativo escurecerá o SOL da ESPERANÇA e bloqueará as nossas conquistas. Assim, neste período Pascal colhamos a Esperança que Jesus nos trouxe e deixou na certeza de que a vida continua e que seguindo suas lições poderemos atingir e galgar os degraus da evolução. Reflitam com muito carinho, enquanto desejo a todos uma ótima semana. Lario.

CADASTRE-SE E RECEBA AS ÚLTIMAS NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL.

Todos os direitos reservados. FEAC Fraternidade Espírita Amigos da Comunidade. 2015

Desenvolvido por: DBlinks