Blog da FEAC

José Lario Zimmer

AOS CEDRENSES DE TODAS AS LATITUDES E LONGITUDES

AOS CEDRENSES DE TODAS AS LATITUDES E LONGITUDES
18 de Março de 2018

Legenda (Foto: 2º semestre de 1951 - Acervo da Família Oliveira):
1 – Rodovia que ligava Vila Oeste a Dionísio Cerqueira – atual Avenida Salgado Filho;
2 – Casa de José João Grando;
3 – Parada de ônibus e Comércio de Eugênio Schneiders e Beno Nós;
4 – Hotel (Polaco e Eberhardt);
5 – Comércio de Bruno Schuster;
6 – Bar e Bolão do Schuster;
7 – Oficina de Norberto e Alceno Niederauer;
8 – Salão de Baile (Família Kuhn);
9 – Atual Praça do Ginásio Lauter Weber; e
10 - Fiscal de estrada (Senhor Martingnago).


AOS CEDRENSES DE TODAS AS LATITUDES E LONGITUDES.

19 de março de 1950 – 19 de março de 2018.

Sessenta e oito (68) anos atrás no meio do sertão extremo-oestino catarinense iniciava a construção de um projeto de colonização.

Um grupo de pioneiros liderados por Alcides Volkweis e José Germano Link chegava ao então local, já com registro de batismo com o nome de CEDRO. Aqui, chegaram, conforme depoimentos verbais por mim colhidos, no dia anterior, dia 18 de março.

À margem do Riacho que com o nome de Cedro batizado pelo agrimensor que mediu o perímetro urbano senhor Theobaldo Dreyer, de saudosa memória, em função de ter encontrado três árvores exuberantes da espécie Cedro, madeira que sempre foi muito valorizada pelos artesãos e fabricantes de móveis.

Um pequeno rancho fora edificado para acolher os migrantes. Nesse local, o grupo se reuniu e sob a liderança de José Germano Link na manhã do dia 19 de março realizaram um pequeno culto em homenagem a São José, que era então reverenciado pela cultura católica praticada na região das Missões, Santa Rosa de onde eram procedentes os migrantes.

Já se encontrava no local o sr. José João Grando, cuja família ainda residia em Guaraciaba.

Assim, sob a égide da fé religiosa iniciou a vida da comunidade no dia de São José, cuja personalidade foi mais tarde nomeada como Padroeiro da Paróquia pelo Padre Balduíno Schneider, primeiro vigário com residência fixa na comunidade.

Dois anos depois, 1.953 chegaram nossos familiares estabelecendo-se em Cedro e meus pais Jacob Fredolino e Lydia Maria em Guarujá do Sul, cuja comunidade fora recém fundada.

Assim, folheando o livro das recordações arquivado no meu campo mental e fazendo uma avaliação do ânimo que imperava em todos os migrantes, em sua quase totalidade oriundos do Rio Grande do Sul, onde já participavam de comunidades organizadas me pergunto: Qual a razão que os levou a migrar para uma terra que tinha apenas Céu e Mato? E a resposta que encontrei foi buscar novas oportunidades para seus familiares, porque aqui era oferecida a venda de terras para cultivo a preços e formas de pagamento totalmente acessíveis, mesmo para aqueles que tinham poucos recursos, como incentivo para incentivar a colonização.

Todos tinham uma formação religiosa alicerçada numa fé profunda para encarar uma realidade totalmente desprovida de qualquer recurso. Para comprovar essa fé compartilho um pequeno depoimento que me foi feito há muitos anos atrás pelo amigo JOSÉ SOLDÁ, de saudosa memória, contou-me o seguinte:

“Quando decidiu vir morar aqui no meio do mato, atual Linha Santo Antônio, despediu-se do vigário de sua paróquia e levou uma pequena estátua de Santo Antônio que o padre benzeu e recomendou: Onde for morar faça uma pequena gruta e peça a proteção de Santo Antônio que o protegerá nas dificuldades. Ele então aproveitou o toco de um pinheiro escavou uma grutinha e lá colocou o santo protetor. “

Quem sabe cabe perguntar: ONDE ESTARIA ESTA ESTÁTUA ATUALMENTE?

E segundo ele, essa proteção foi de uma validade profunda, porque nada de extraordinário aconteceu, inclusive criou uma família saudável, séria e responsável. Isso prova a afirmação de Jesus quando disse:

“A FÉ REMOVE MONTANHAS. ”

Assim sugiro a todos que lerem esta mensagem concentrem-se neste dia na imagem de todos os pioneiros, não apenas da cidade, mas de todas as comunidades, lembrando, pais, avós, parentes que já atravessaram o Rio da Vida e encontram-se na outra dimensão, muitos dos quais ainda sentimentalmente ligados a todos nós e oferecendo uma PRECE DE GRATIDÃO pelo que realizaram.

A sua contribuição foi a causa primeira para que “CEDRO SE TORNASSE UMA COMUNIDADE QUE DEU CERTO”

Um fraternal abraço a todos.

J. Lario Zimmer.

Download PDF

Galeria de imagens

Comente:
VEJA TAMBÉM
MENSAGEM PSICOGRÁFICA DO IRMÃO TIAGO – Ex-Umbralino

José Lario Zimmer

MENSAGEM PSICOGRÁFICA DO IRMÃO TIAGO – Ex-Umbralino

FEAC – CORREIO DO ALÉM. 08 de janeiro de 2019. MENSAGEM PSICOGRÁFICA DO IRMÃO TIAGO – Ex-Umbralino. Hoje mora na Colônia Irmão Lacerda onde é auxiliado nos estudos. Irmão Tiago escreveu o seguinte: “Quando estamos no lamaçal e na escuridão a nossa maneira de perceber o mundo é diferente e de uma certa maneira nos sentimos igual aos vermes da terra isolados do mundo, num buraco de solidão e escuridão. Os sentidos se deturpam num mundo de agonia e medo, onde o necessário para se sobreviver à loucura do ambiente é a prece. Em vida fui um homem astuto de negócios que lucrava às custas de lograr aos demais. Fiz fortuna, mas esta me cobrou um alto preço após o desencarne. Aqueles a quem fiz o mal vieram até mim e suas cobranças por vingança atiçaram em meu ser o remorso e a consciência dos meus equívocos. Pior foi poder observar todo o meu império ser vendido a terceiros e o dinheiro usado de forma fútil pela família que se apossou daquilo que construí com tanta ganância e apreço. Nesses momentos um homem se pergunta: Afinal o que é que é meu de fato? A onde é que está a minha verdadeira fortuna? A onde ficam meus bens? Então você acorda para uma triste realidade de que foi apenas um tempo perdido no decorrer de sua existência e que de fato aquilo que você realmente constrói para si mesmo são os bens da alma. Afoguei-me na dor, no remorso e arrependimento e o arrependimento e a culpa pelos meus equívocos e ambição desenfreada me levaram até esse lugar escuro e frio. Nesse lugar se tem tempo para refletir, para olhar para si mesmo e pensar que daria qualquer coisa para voltar no tempo e recomeçar de uma forma mais honesta e justa, buscando as conquistas, mas dentro das leis do amor e do respeito e podendo levar também o equilíbrio para a família para entender que podemos viver com os bens da terra e os bens do céu. Oramos muito quando estamos na lama e rogamos o perdão e quando este aflora da alma e não somente em palavras, ali então a mudança começa e nesse momento os Socorristas do Além vem nos buscar para o resgate que se iniciou em nós mesmos. Uma busca pela elevação dos nossos valores morais se instala na vontade do Ser, mas até a concretização desta em forma de ser, um longo caminho há de se percorrer. E as provas serão constantes fazendo-nos expiar na forma de ser e a âncora para o sucesso deve vir da nossa ligação interior com Deus e com os bons Espíritos que Deus coloca em nosso caminho como a forma de mãe, de pai, de irmãos, de amigos. Prestemos atenção naqueles que buscam auxiliar-nos para o bem em nosso dia a dia, são esses que em missão estão atuando para o nosso despertar cósmico nas Leis Universais do Amor. Desejo a todos boas festas e feliz Natal época do renascimento com o Espírito iluminado do Cristo Menino Jesus. Irmão Tiago (ex-umbralino e hoje mora na Colônia Irmão Lacerda onde é auxiliado nos estudos). REFLEXÃO. Caros amigos leitores de nossas publicações! Um dos nossos objetivos neste ano que adentramos é compartilhar informações que possam contribuir para entender a forma de CONTINUAÇÃO DA VIDA. Já ressaltamos diversas vezes que esta é uma das grandes lacunas em nosso conhecimento. E quando digo isso, falo por experiência própria ao analisar a minha visão no passado quando só dispunha das informações repassadas pelos ensinamentos religiosos na época. Lembramos que o conhecimento é a mola propulsora que nos impulsiona na busca de entender o verdadeiro sentido da vida. O conteúdo do nosso missivista é autoexplicativo. Para quem leu o livro NOSSO LAR ou assistiu o filme tem uma compreensão maior para entender a narrativa da lama onde foi atraído pela soma das ações negativas que ele cometeu em vida. Devemos sempre ter presente: A Lei da ação e reação é uma realidade universal. Colheremos no outro lado da vida o que plantamos deste lado da vida. Cada um é uma personalidade independente e ninguém colherá a nossa lavoura.A vida na terra é apenas um estágio transitório que tem como objetivo principal trilharmos a lei do progresso, não apenas material, mas espiritual, ou seja, buscar cumprir a orientação de Jesus quando disse: “Faça ao outro aquilo que você gostaria que lhe fizessem” ou na sua forma negativa: “Não faça ao outro aquilo que você não queira que lhe façam”. PERGUNTA PARA OS NOSSOS LEITORES: Temos hoje condições de fazer nossos compartilhamentos em áudio. O que vocês acham? Ou vamos continuar as publicações por escrito?DISPONIBILIZAMOS UMA ENQUETE NA PÁGINA INICIAL DO SITE EVOLUINDO, FAVOR ACESSAR E RESPONDER! Agradeço antecipadamente as sugestões desejando a todos uma FELIZ EVOLUÇÃO. J. Lario Zimmer.

MENSAGEM PICTO-PSICOGRÁFICA (2) 04.01.2019.

José Lario Zimmer

MENSAGEM PICTO-PSICOGRÁFICA (2) 04.01.2019.

FEAC – CORREIO DO ALÉM. 04 de janeiro de 2019. MENSAGEM PICTO-PSICOGRÁFICA. O visitante à FEAC em noite de trabalho de doação e auxílio deixou a seguinte mensagem: “A luz é nossa referência para um desfecho de uma situação de profunda escuridão. Sinto-me muito conformado ao encontrar luz e conforto aqui nesta Casa de auxílio. Ao lutar contra a realidade, só se pode encontrar trevas. Estou muito entusiasmado com a oportunidade de estar aqui hoje. Muito obrigado a todos pelo esforço que fazem por todos. Boa noite e que Deus vos ajude para sempre” REFLEXÃO. No primeiro parágrafo ele fala sobre a importância da luz para sair da escuridão. Há dois aspectos a considerar: Os nossos Mentores ensinam que no campo ASTRAL do Planeta Terra existem níveis. Que podemos exemplificar como círculos concêntricos que nossos instrutores conhecem até 07 níveis. O segundo aspecto é a LUZ DO CONHECIMENTO que permite a abertura de cada um para perceber a verdadeira razão pela qual nasceu na terra. Disse mais:Mas ainda podemos acrescentar um terceiro entendimento quando diz: Da mesma forma existem os níveis que adentram geograficamente o nosso planeta (Terra) conhecidos também em 07 níveis. E à medida que adentra os níveis inferiores não há mais a luz do sol, nem outra claridade. Conta-nos uma das colaboradoras de nossa Casa já treinada pare descer às camadas inferiores para resgatar irmãos sofredores que a energia dela não permite que ela adentre além do 3º. Nível em face da vibração muito densa. Assim luz e trevas são dois aspectos da mesma realidade que, porém, levam cada um dos desencarnados para os níveis que ele criou através do plantio certo ou equivocado. Porquanto o Plantio é livre e a Colheita obrigatória. “Ao lutar contra a realidade só se encontra trevas” Trata-se da realidade que ele encontrou. Que a vida segue após a morte do corpo físico. E que cada um irá se encontrar no campo vibratório que ele mesmo criou. Lutar contra a realidade o mantem nas trevas. “Sinto-me muito conformado ao encontrar luz e conforto nesta Casa” Assim podemos deduzir que no mundo da escuridão onde palmilham milhares e milhares de Seres perdidos no além, a luz que projeta a CASA DA FEAC na amplidão astral a torna visível e os perdidos vão ao seu encontro e aqui encontram alimentos, auxílio, materializados pela Equipe Espiritual utilizando a energia da doação que semanalmente em várias datas plasmamos em nossas doações e atendimentos. Mas há uma coisa em comum: Todas as mensagens ressaltam a importância do AMOR/CARIDADE que é magnetizado em favor daqueles que perdidos no além buscam a LUZ. São nossos votos que cada um possa, durante 2019, ser um PONTINHO DE LUZ para iluminar o caminho daqueles que ainda palmilham na escuridão do conhecimento e que fazem parte de nossa jornada reencarnatória. Com votos de feliz evolução lhes digo até a próxima. J.Lario

MENSAGEM PICTOGRÁFICA e PSICOGRÁFICA

José Lario Zimmer

MENSAGEM PICTOGRÁFICA e PSICOGRÁFICA

FEAC – SÃO JOSÉ DO CEDRO. CORREIO DO ALÉM. MENSAGEM PICTOGRÁFICA e PSICOGRÁFICA. Caros Internautas! Inicialmente quero estender os meus mais profundos agradecimentos a todos que enviaram votos positivos através da maravilha da internet e retribuir com o mais nobre sentimento de gratidão. Informamos que, além das mensagens e reflexões que divulgamos em nossa página, estaremos também reproduzindo PINTURAS recebidas por via mediúnica ao longo do tempo e denominada de PICTOGRAFIA. No caso presente temos também inclusa uma mensagem psicográfica. Um VOVÓ nos diz o seguinte: “É muito prazer ficar aqui um pouquinho com pessoas como vocês. É muito importante o vosso trabalho. À nossa visão daqui do outro lado nós podemos ver quanto adiantamento pode ser feito através do amor ao próximo. Mas quando vivemos num mundo aonde a ilusão tem muita força mesmo é realmente muito difícil resistir. Hoje, quem já conhece a verdade vai em frente e não se ilude Gostei muito daqui. Quero voltar de novo. BOA NOITE DA VÓ. REFLEXÃO: Com simplicidade, mas com sinceridade, a missivista deixa seu recado quando afirma: “Hoje quem já conhece a verdade vai em frente e não se ilude” O que podemos deduzir dessa colocação? A que verdade a Vó se refere? Podemos afirmar com toda convicção que a verdade milenar que está ausente no conhecimento da grande maioria é a resposta à pergunta: “Aonde eu vou após a morte do corpo físico? Como será o mundo que irei encontrar? Percebendo esta lacuna cabe alertar as pessoas para dois aspectos: 1º Eu já despertei para formular essa pergunta? 2º Onde encontrar respostas para essa pergunta? Pretendemos ao longo deste ano que inicia e, segundo a Equipe Espiritual, é o ano onde predominará a evolução do sentimento do amor/ caridade compartilhar muitas informações que tivemos a ventura de acessar com relação à continuação da vida. E imaginamos que ao chegar no final de 2019 mais pessoas tenham descoberto essa verdade que a VÓ menciona. Com votos de um FELIZ 2019 acrescento os votos de FELIZ EVOLUÇÃO enquanto lhes digo até a próxima. J. Lario Zimmer.

BALANÇO DE FIM DE ANO.

José Lario Zimmer

BALANÇO DE FIM DE ANO.

FEAC – 30 de dezembro de 2018. BALANÇO DE FIM DE ANO. Caros amigos e leitores de nossas publicações! Estamos chegando ao fim de mais um ciclo na contagem de nosso tempo. Em todas as empresas é natural que ao término de mais um ano seja feito o balanço das atividades exercidas durante o ano. É feita a avaliação do estoque, do dinheiro disponível, dos créditos, débitos, ativo, passivo etc. com a finalidade de obter um resultado final que possibilite o empresário avaliar se houve lucros ou perdas na visão econômica material. E qual o balanço que o DONO, o PROPRIETÁRIO DESTA EMPRESA FAZ COM RELAÇÃO À SUA PERSONALIDADE? Começando com as seguintes perguntas: O QUE SOU EU?POR QUE EU NASCI?QUAL é O SENTIDO DA VIDA?QUANDO TERMINAR O MEU CICLO NA TERRA PARA ONDE EU VOU? EXISTE VIDA APÓS A MORTE DO CORPO FÍSICO? Todos nós somos seres paradoxais, ou seja, temos atitudes e comportamentos esquisitos. Vou dar um exemplo: Outro dia conversando com um produtor de leite, dono de um número bem razoável de vacas leiteiras, perguntei-lhe sobre a lucratividade desta atividade? Respondeu que possui agora apoio técnico sobre a melhor alimentação e cuidado que a vaca precisa para produção adequada de leite. Perguntei então se ele, como dono do plantel também sabia qual era a melhor forma de nutrição para ele como ser humano para proteger a sua saúde consultando um nutricionista? Achou graça da pergunta e respondeu que não possuía essas informações. Por isso afirmamos que o Ser Humano é um ser paradoxal. A preocupação com o lado material do empreendimento da empresa é mais importante que o dono da empresa. Aliás, isso já havíamos visto e sentido no passado quando a suinocultura era a principal atividade econômica da região. Todos aprendiam, desde as instalações, até a alimentação a eficiência adequada para atingir a lucratividade. POR QUE DESSAS CONSIDERAÇÕES? Porque a importância do balanço da empresa é mais importante do que o balanço do dono da empresa. Uma das razões que encontramos para esse comportamento paradoxal está no desconhecimento das verdadeiras respostas que formulamos no início. Isso não significa que devamos desprezar o balanço material, porém, devemos avaliar a forma como utilizamos o nosso tempo equilibrando-o entre a MATÉRIA e o ESPÍRITO. A matéria é efêmera, tem validade, tem durabilidade. Quanto tempo eu vivo na terra? E depois? Então é necessário que todos nós comecemos a dedicar um pouco do nosso tempo pensando em nosso destino. Sabemos que a vida continua; porém, a grande maioria desconhece como ela continua. Respostas encontramos em vasta literatura, especialmente na obra de CHICO XAVIER. Se você caro leitor tem dúvida com relação a veracidade do conteúdo da obra literária do grande médium de Uberaba, busque dois livros: PARNASO DO ALEM TÚMULO, onde 53 poetas brasileiros e portugueses ditaram suas poesias, cada um com seu estilo para a psicografia de Chico Xavier. Aliás, quando tomei conhecimento deste livro e sabendo que Chico possuía apenas o 4º ano primário, não podia mais duvidar. Dos poetas que escreveram pelas mãos de Chico um deles me impressionou muito: AUGUSTO DOS ANJOS que em vida publicou apenas o livro EU e OUTRAS POESIAS que tenho em minha biblioteca e traçando um paralelo entre sua obra em vida com aquela agora pelas mãos de Chico, não poderia mais duvidar da veracidade de comunicação entre Dois Mundos. Lembrando que Chico tinha na época apenas 21 anos de idade. A segunda obra foi ditada por seu Mentor – Emmanuel e traz por título À CAMINHO DA LUZ. Onde Emmanuel traça toda a evolução das espécies, inclusive a humana. Enfim, caros internautas! Disse-nos André Luís: “ Valorize os minutos. Tudo volta, com exceção da hora perdida”. Então sugerimos que faça duas coisas neste fim de ano: Avalie quais as ações que foram úteis durante este ano que está findando, levando em consideração o que agregou como valores espirituais que constituem a nossa bagagem quando chegarmos do lado de lá.Faça os seus projetos para 2019, tanto material quanto espiritual. Escreva eles e peça auxílio a seu MENTOR para que o ajude a realiza-los. No final do ano poderá verificar os registros e constatar seu êxito. Além disso, para podermos ser auxiliados precisamos ter um foco em nossa mente. Agradecemos a todos que estiveram conosco durante 2018, desejando um FELIZ 2019 junto a todos que lhes são caros. UM GRANDE e FRATERNAL ABRAÇO. J. Lario Zimmer.

Todos os direitos reservados. FEAC Fraternidade Espírita Amigos da Comunidade. 2015

Desenvolvido por: DBlinks