Blog da FEAC

José Lario Zimmer

​A CONTINUAÇÃO DA VIDA (2).

​A CONTINUAÇÃO DA VIDA (2).
19 de Abril de 2018

A CONTINUAÇÃO DA VIDA (2).

Continuamos hoje com a nossa reflexão acerca da CONTINUAÇÃO DA VIDA.

“A existência é transitória, mas a vida é Eterna.”

Dentre as grandes buscas da humanidade ao longo dos tempos está o tema do AUTO-CONHECIMENTO.

Desde os tempos mais remotos, uma minoria da humanidade busca um sentido para sua existência e nesta busca se envolve com questões míticas, religiosas, científicas ou filosóficas de difícil solução.

Quando observamos, analisamos e refletimos sobre o comportamento humano de nossa realidade local, regional ou até mais abrangente constamos que há uma lacuna nessa busca.

O DESPERTAR DOS VALORES.

Qual o significado o entendimento que podemos formar a partir da colocação que colocamos acima:

“A existência é transitória, mas a vida é Eterna”?

Vamos explicar: O Mundo Espiritual, nossos Mentores informam que a Terra é um Planeta cujas condições para toda a realidade da vida consiste na transitoriedade, ou seja, tudo o que vive na Terra está sujeito à contagem linear do tempo: Ontem, hoje, amanhã. Isso significa que toda a vida na terra tem começo, meio e fim. Nasce, vive e morre, desde um pé de milho, passando pela vida animal e a vida humana. Logo, nossa passagem pela terra pertence ao tempo, temos um ciclo de duração que chamamos de existência.

Por outro lado o nosso Verdadeiro Eu, Centelha Divina, Alma ou Espírito continua a sua trajetória através do tempo em outra dimensão e nessas outras dimensões que são infinitas, onde continuamos a nossa jornada evolutiva constituem a VIDA que é a soma das existências.

A INVERSÃO DA COMPREENSÃO DA REALIDADE E DOS VALORES.

Constatamos que o comportamento humano de um grande percentual das pessoas, pensam, vivem e agem como se a EXISTÊNCIA fosse ETERNA. Fazem de conta de que a existência aqui na terra duraria sempre. Não se preocupam com a busca de conhecimentos acerca dos valores reais que compõe o verdadeiro capital e que o Mestre de Nazaré definiu como valores que as traças não destroem, nem os salteadores roubam. Afirmam que acreditam em Deus e que cabe aos dirigentes das religiões administrarem o seu futuro e darem um jeito para garantir-lhes a felicidade eterna quando chegarem na outra dimensão, ou propiciar-lhes a verdadeira salvação.

Qual a orientação do Mundo Espiritual?

Que ninguém salva ninguém. Cada um é uma individualidade e que no uso do livre arbítrio constrói o seu futuro.

Que a passagem para a outra dimensão não altera a capacidade intelectual, nem os seus valores, seus gostos, defeitos e virtudes. Cada um chega na outra dimensão da mesma forma como daqui partiu.

Que ninguém precisa abandonar suas atividades profissionais, desde que sejam lícitas, éticas e morais, apenas DEDICAR UM POUCO DE SEU TEMPO para estudar, entender a agir dentro dos princípios do ensinamento do Mestre.

Assim, caros internautas! Concluímos por hoje o conteúdo de nossas reflexões sugerindo a seguinte colocação:

  • Ao chegar na outra dimensão qual a sua bagagem que pode apresentar diante do Tribunal de sua consciência?
  • O que você sabe sobre a continuação da vida?

Com votos de feliz evolução deixamos o nosso abraço fraterno e continuaremos na próxima reflexão.

Download PDF

Galeria de imagens

Comente:
VEJA TAMBÉM
​69º ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO DA COMUNIDADE CEDRENSE.

José Lario Zimmer

​69º ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO DA COMUNIDADE CEDRENSE.

69º. ANIVERSÁRIO DE FUNDAÇÃO DA COMUNIDADE CEDRENSE. CEDRO – 19 de março de 1950. SÃO JOSÉ DO CEDRO – 19 de março de 2019. Caros Cedrenses de todas as latitudes e longitudes. Por um dever que a gratidão nos impõe devemos todos os anos lembrar a data de 19 de março. E ao mesmo tempo volver o nosso pensamento ao passado e tentar imaginar qual foi a realidade que nossos antepassados encontraram quando aqui chegaram, lembrando com sentimento de gratidão de nossos pioneiros. No ano de 2014 lançamos o livro “CEDRO UMA COMUNIDADE QUE DEU CERTO” cujo conteúdo é uma mescla de pesquisas feitas com os pioneiros e a consulta ao nosso arquivo mental, conhecido como algumas lembranças do passado. Não tivesse tomado essa iniciativa e a parte da história contada naquele livro teria se perdido e as gerações futuras não teriam acesso a muitos fatos que constituíram a caminhada Cedrense. Já imaginaram o quadro em 18 de março de 1950, um grupo de gaúchos, oriundos da região das Missões, especialmente do município de Santa Rosa aqui abortaram num caminhão FORD 1.946, coberto com lona com o propósito de iniciar a construção de uma nova comunidade. No dia seguinte 19 de março, dia que a Igreja Católica dedica como homenagem a São José e cuja data em reverência ao Santo que mais tarde seria escolhido como padroeiro da comunidade, ainda era observado como dia Santo de Guarda, o grupo se reuniu na choupana à margem do lajeado Cedro e fez um culto, rezando o terço liderado pelo sr. José Germano Link pedindo o apoio espiritual de São José, para o êxito do empreendimento que estavam iniciando. José Germano Link, Alcides Volkweis e Irineu Volkweis assumiram o compromisso com o Sr. Olímpio Dal Magro de construir uma serraria, indústria absolutamente necessária para a serragem de madeira para as construções. Essa empresa foi o embrião para o surgimento mais tarde da firma Link & Filhos Ltda que foi a primeira geradora de emprego em nossa cidade. TELHADO DAS CASAS. A cobertura das casas era feita com tabuinhas de pinho. O inconveniente dessa cobertura, única viável na época, consistia no seguinte fato: Se houvesse uma estiagem mais prolongada as tabuinhas encolhiam e formavam pequenas frestas por onde penetrava a chuva até encharca-las novamente. Isso assisti ao vivo, pois a casa onde meu tio Pedro Laurindo Zimmer foi morar no começo quando vinha uma chuva usávamos capa de chuva e guarda-chuva para cobrir as camas. CEDRO ORIGEM DO NOME. O Sr. Theobaldo Dreyer, que foi o topógrafo que mediu o perímetro urbano encontrou à margem do lajeado, onde hoje fica o pontilhão na Av. Salgado Filho três robustas árvores de Cedro, onde uma delas foi derrubada por cima do lajeado, farquejada para servir de esteio para passagem a pé. Então decidiu denominar o lajeado como o nome de CEDRO. Esse nome permaneceu até a emancipação no ano de 1.958, quando então foi, de comum acordo e decisão das lideranças quando da criação do município anteceder o nome de São José, porquanto com a vinda do Padre Balduíno Schneider, ele optou em escolher São José como padroeiro e como o primeiro morador também tinha o nome de José, José João Grando, segundo consta foi o senhor José João Grando que doou a estátua de São José que se encontra na matriz. Lembramos que uma parcela do histórico de nossa comunidade está no livro que mencionamos. Pedimos a todos os Cedrenses que lerem esta mensagem, mesmo você amigo Cedrense que hoje mora distante, mas que tem suas raízes aqui, que dirijam uma oração de agradecimento a todos os pioneiros construtores de nossa caminhada que já estão morando na Pátria do Além para que a energia dessa prece possa ajudá-los em sua caminhada evolutiva. Assim retornamos com nossos escritos e o fazemos com muita alegria na data em que nossa comunidade comemora seu aniversário de nascimento. Contando com a acolhida de todos enviamos nosso fraternal abraço com VOTOS DE FELIZ EVOLUÇÃO. J. Lario Zimmer.

MENSAGEM PSICOGRÁFICA DO IRMÃO TIAGO – Ex-Umbralino

José Lario Zimmer

MENSAGEM PSICOGRÁFICA DO IRMÃO TIAGO – Ex-Umbralino

FEAC – CORREIO DO ALÉM. 08 de janeiro de 2019. MENSAGEM PSICOGRÁFICA DO IRMÃO TIAGO – Ex-Umbralino. Hoje mora na Colônia Irmão Lacerda onde é auxiliado nos estudos. Irmão Tiago escreveu o seguinte: “Quando estamos no lamaçal e na escuridão a nossa maneira de perceber o mundo é diferente e de uma certa maneira nos sentimos igual aos vermes da terra isolados do mundo, num buraco de solidão e escuridão. Os sentidos se deturpam num mundo de agonia e medo, onde o necessário para se sobreviver à loucura do ambiente é a prece. Em vida fui um homem astuto de negócios que lucrava às custas de lograr aos demais. Fiz fortuna, mas esta me cobrou um alto preço após o desencarne. Aqueles a quem fiz o mal vieram até mim e suas cobranças por vingança atiçaram em meu ser o remorso e a consciência dos meus equívocos. Pior foi poder observar todo o meu império ser vendido a terceiros e o dinheiro usado de forma fútil pela família que se apossou daquilo que construí com tanta ganância e apreço. Nesses momentos um homem se pergunta: Afinal o que é que é meu de fato? A onde é que está a minha verdadeira fortuna? A onde ficam meus bens? Então você acorda para uma triste realidade de que foi apenas um tempo perdido no decorrer de sua existência e que de fato aquilo que você realmente constrói para si mesmo são os bens da alma. Afoguei-me na dor, no remorso e arrependimento e o arrependimento e a culpa pelos meus equívocos e ambição desenfreada me levaram até esse lugar escuro e frio. Nesse lugar se tem tempo para refletir, para olhar para si mesmo e pensar que daria qualquer coisa para voltar no tempo e recomeçar de uma forma mais honesta e justa, buscando as conquistas, mas dentro das leis do amor e do respeito e podendo levar também o equilíbrio para a família para entender que podemos viver com os bens da terra e os bens do céu. Oramos muito quando estamos na lama e rogamos o perdão e quando este aflora da alma e não somente em palavras, ali então a mudança começa e nesse momento os Socorristas do Além vem nos buscar para o resgate que se iniciou em nós mesmos. Uma busca pela elevação dos nossos valores morais se instala na vontade do Ser, mas até a concretização desta em forma de ser, um longo caminho há de se percorrer. E as provas serão constantes fazendo-nos expiar na forma de ser e a âncora para o sucesso deve vir da nossa ligação interior com Deus e com os bons Espíritos que Deus coloca em nosso caminho como a forma de mãe, de pai, de irmãos, de amigos. Prestemos atenção naqueles que buscam auxiliar-nos para o bem em nosso dia a dia, são esses que em missão estão atuando para o nosso despertar cósmico nas Leis Universais do Amor. Desejo a todos boas festas e feliz Natal época do renascimento com o Espírito iluminado do Cristo Menino Jesus. Irmão Tiago (ex-umbralino e hoje mora na Colônia Irmão Lacerda onde é auxiliado nos estudos). REFLEXÃO. Caros amigos leitores de nossas publicações! Um dos nossos objetivos neste ano que adentramos é compartilhar informações que possam contribuir para entender a forma de CONTINUAÇÃO DA VIDA. Já ressaltamos diversas vezes que esta é uma das grandes lacunas em nosso conhecimento. E quando digo isso, falo por experiência própria ao analisar a minha visão no passado quando só dispunha das informações repassadas pelos ensinamentos religiosos na época. Lembramos que o conhecimento é a mola propulsora que nos impulsiona na busca de entender o verdadeiro sentido da vida. O conteúdo do nosso missivista é autoexplicativo. Para quem leu o livro NOSSO LAR ou assistiu o filme tem uma compreensão maior para entender a narrativa da lama onde foi atraído pela soma das ações negativas que ele cometeu em vida. Devemos sempre ter presente: A Lei da ação e reação é uma realidade universal. Colheremos no outro lado da vida o que plantamos deste lado da vida. Cada um é uma personalidade independente e ninguém colherá a nossa lavoura.A vida na terra é apenas um estágio transitório que tem como objetivo principal trilharmos a lei do progresso, não apenas material, mas espiritual, ou seja, buscar cumprir a orientação de Jesus quando disse: “Faça ao outro aquilo que você gostaria que lhe fizessem” ou na sua forma negativa: “Não faça ao outro aquilo que você não queira que lhe façam”. PERGUNTA PARA OS NOSSOS LEITORES: Temos hoje condições de fazer nossos compartilhamentos em áudio. O que vocês acham? Ou vamos continuar as publicações por escrito?DISPONIBILIZAMOS UMA ENQUETE NA PÁGINA INICIAL DO SITE EVOLUINDO, FAVOR ACESSAR E RESPONDER! Agradeço antecipadamente as sugestões desejando a todos uma FELIZ EVOLUÇÃO. J. Lario Zimmer.

MENSAGEM PICTO-PSICOGRÁFICA (2) 04.01.2019.

José Lario Zimmer

MENSAGEM PICTO-PSICOGRÁFICA (2) 04.01.2019.

FEAC – CORREIO DO ALÉM. 04 de janeiro de 2019. MENSAGEM PICTO-PSICOGRÁFICA. O visitante à FEAC em noite de trabalho de doação e auxílio deixou a seguinte mensagem: “A luz é nossa referência para um desfecho de uma situação de profunda escuridão. Sinto-me muito conformado ao encontrar luz e conforto aqui nesta Casa de auxílio. Ao lutar contra a realidade, só se pode encontrar trevas. Estou muito entusiasmado com a oportunidade de estar aqui hoje. Muito obrigado a todos pelo esforço que fazem por todos. Boa noite e que Deus vos ajude para sempre” REFLEXÃO. No primeiro parágrafo ele fala sobre a importância da luz para sair da escuridão. Há dois aspectos a considerar: Os nossos Mentores ensinam que no campo ASTRAL do Planeta Terra existem níveis. Que podemos exemplificar como círculos concêntricos que nossos instrutores conhecem até 07 níveis. O segundo aspecto é a LUZ DO CONHECIMENTO que permite a abertura de cada um para perceber a verdadeira razão pela qual nasceu na terra. Disse mais:Mas ainda podemos acrescentar um terceiro entendimento quando diz: Da mesma forma existem os níveis que adentram geograficamente o nosso planeta (Terra) conhecidos também em 07 níveis. E à medida que adentra os níveis inferiores não há mais a luz do sol, nem outra claridade. Conta-nos uma das colaboradoras de nossa Casa já treinada pare descer às camadas inferiores para resgatar irmãos sofredores que a energia dela não permite que ela adentre além do 3º. Nível em face da vibração muito densa. Assim luz e trevas são dois aspectos da mesma realidade que, porém, levam cada um dos desencarnados para os níveis que ele criou através do plantio certo ou equivocado. Porquanto o Plantio é livre e a Colheita obrigatória. “Ao lutar contra a realidade só se encontra trevas” Trata-se da realidade que ele encontrou. Que a vida segue após a morte do corpo físico. E que cada um irá se encontrar no campo vibratório que ele mesmo criou. Lutar contra a realidade o mantem nas trevas. “Sinto-me muito conformado ao encontrar luz e conforto nesta Casa” Assim podemos deduzir que no mundo da escuridão onde palmilham milhares e milhares de Seres perdidos no além, a luz que projeta a CASA DA FEAC na amplidão astral a torna visível e os perdidos vão ao seu encontro e aqui encontram alimentos, auxílio, materializados pela Equipe Espiritual utilizando a energia da doação que semanalmente em várias datas plasmamos em nossas doações e atendimentos. Mas há uma coisa em comum: Todas as mensagens ressaltam a importância do AMOR/CARIDADE que é magnetizado em favor daqueles que perdidos no além buscam a LUZ. São nossos votos que cada um possa, durante 2019, ser um PONTINHO DE LUZ para iluminar o caminho daqueles que ainda palmilham na escuridão do conhecimento e que fazem parte de nossa jornada reencarnatória. Com votos de feliz evolução lhes digo até a próxima. J.Lario

MENSAGEM PICTOGRÁFICA e PSICOGRÁFICA

José Lario Zimmer

MENSAGEM PICTOGRÁFICA e PSICOGRÁFICA

FEAC – SÃO JOSÉ DO CEDRO. CORREIO DO ALÉM. MENSAGEM PICTOGRÁFICA e PSICOGRÁFICA. Caros Internautas! Inicialmente quero estender os meus mais profundos agradecimentos a todos que enviaram votos positivos através da maravilha da internet e retribuir com o mais nobre sentimento de gratidão. Informamos que, além das mensagens e reflexões que divulgamos em nossa página, estaremos também reproduzindo PINTURAS recebidas por via mediúnica ao longo do tempo e denominada de PICTOGRAFIA. No caso presente temos também inclusa uma mensagem psicográfica. Um VOVÓ nos diz o seguinte: “É muito prazer ficar aqui um pouquinho com pessoas como vocês. É muito importante o vosso trabalho. À nossa visão daqui do outro lado nós podemos ver quanto adiantamento pode ser feito através do amor ao próximo. Mas quando vivemos num mundo aonde a ilusão tem muita força mesmo é realmente muito difícil resistir. Hoje, quem já conhece a verdade vai em frente e não se ilude Gostei muito daqui. Quero voltar de novo. BOA NOITE DA VÓ. REFLEXÃO: Com simplicidade, mas com sinceridade, a missivista deixa seu recado quando afirma: “Hoje quem já conhece a verdade vai em frente e não se ilude” O que podemos deduzir dessa colocação? A que verdade a Vó se refere? Podemos afirmar com toda convicção que a verdade milenar que está ausente no conhecimento da grande maioria é a resposta à pergunta: “Aonde eu vou após a morte do corpo físico? Como será o mundo que irei encontrar? Percebendo esta lacuna cabe alertar as pessoas para dois aspectos: 1º Eu já despertei para formular essa pergunta? 2º Onde encontrar respostas para essa pergunta? Pretendemos ao longo deste ano que inicia e, segundo a Equipe Espiritual, é o ano onde predominará a evolução do sentimento do amor/ caridade compartilhar muitas informações que tivemos a ventura de acessar com relação à continuação da vida. E imaginamos que ao chegar no final de 2019 mais pessoas tenham descoberto essa verdade que a VÓ menciona. Com votos de um FELIZ 2019 acrescento os votos de FELIZ EVOLUÇÃO enquanto lhes digo até a próxima. J. Lario Zimmer.

Todos os direitos reservados. FEAC Fraternidade Espírita Amigos da Comunidade. 2015

Desenvolvido por: DBlinks